O que é medicina esportiva?

A Medicina do Esporte se dedica à questões intimamente ligadas ao bem estar e qualidade de vida das pessoas.

Trajetória profissional

Dr. Márcio Tannure​

Referência na Medicina do Esporte, Márcio Tannure é membro da Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia e Membro da Sociedade de Artroscopia e Traumatologia do Esporte. Faz parte da equipe médica do Flamengo há mais de 15 anos e Médico Oficial da UFC desde 2011.

tannure-ass

Fique por dentro

do Instagram
  • A dor proveniente do esforço muscular é realmente desconfortável, mas talvez utilizar de remédios como anti-inflamatórios não seja a melhor resposta para a situação. ⠀
⠀
Em primeiro lugar, existe um risco aumentado de LESÃO ao mascarar o que seu corpo está realmente sentindo e forçá-lo ao extremo. ⠀
⠀
O uso desse tipo de medicamento reduz o fluxo sanguíneo, aliviando a dor. Entretanto, o mesmo efeito acaba impedindo que nutrientes cheguem até o músculo afetado, tornando o processo natural de recuperação menos efetivo.⠀
⠀
Em estudo {High doses of anti‐inflammatory drugs compromise muscle strength and hypertrophic adaptations to resistance training in young adults, 2017}, participantes que utilizaram altas doses de anti-inflamatório à base de Ibuprofeno tiveram sua hipertrofia muscular e ganho de força ATENUADOS. Ou seja, o remédio surtiu um efeito de INIBIÇÃO do ganho de massa muscular. ⠀
⠀
Sentir dor muscular após um treino intenso é normal. É exatamente esse estresse que resultará na adaptação do tecido e consequente fortalecimento e crescimento. Uma opção para aliviar a dor é fazer compressas de gelo no local. ⠀
⠀
Preste atenção na FORMA dos seus exercícios. Dores nas juntas e articulações, por outro lado, podem indicar que o movimento está sendo feito incorretamente e podem resultar em lesões sérias. ⠀
⠀
De preferência, siga a orientação de um profissional adequado durante seus treinos. ⠀
⠀ ⠀
#medicinadoesporte #lesoes #musculacao #estressemuscular #hipertrofia #ganhodemassa
  • Primeiro jogo assistindo com meu filho ! Acho que ele já tem time e é pé quente! + 3 e seguimos !  Boa noite!
Foto do ensaio com @natalialedinefotografia
#vaipracimadelesmengo
  • Parabéns a todos os envolvidos nesse grande trabalho e fico feliz em poder participar, isso mostra que a genética tem influência em vários aspectos e fatores mas quando falamos em performance é uma questão multifatorial e não apenas genética
#repost @gustavomonneratphd
・・・
O projeto Genoma trouxe a expectativa de que a a codificação do DNA resolveria todos os problemas de saúde e fisiologia.  Hoje, 20 anos depois, milhares de pessoas já tiveram seus genes analisados mas  os problemas de saúde estão longe de serem solucionados.  Isso quer dizer que informações genéticas não possuem nenhum valor??
.
Em conjunto com grandes nomes da área do esporte @drtannure e @alexsoutomaior, e da genética Dr Guedes e @liakback, avaliamos como polimorfismos genéticos (SNPs) podem influenciar na performance esportiva e em valências relacionadas à fisiologia do exercício
.
Para isso, comparamos o perfil da expressão de genes de atletas profissionais de altíssimo desempenho com o perfil  genético de mais de 2500 indivíduos. Como esperávamos, devido à característica multifatorial da performance esportiva, alguns genes avaliados isoladamente não são capazes de predizer o desempenho. Assim, a ideia de usar a genética isoladamente como "peneira" para identificação de talentos é no mínimo absurda.
.
No entanto, quando juntamos a informação genética com outros testes, como VO2max, velocidade de sprint e composição corporal, conseguimos identificar que alguns indivíduos de fato possuem maior tendência a apresentar valores mais expressivos de capacidade aeróbica, explosiva ou ganho de peso. Isso é especialmente importante para favorecer o trabalho dos diferentes profissionais da saúde envolvidos tanto com atletas profissionais como amadores
.
Resumindo: Fisiologia e Desempenho são multifatoriais, cada indivíduo tem pontos positivos e negativos; o resultado final é impossível de predizer atualmente. Não confie cegamente em um teste, junte o máximo de informações possíveis para compreender o indivíduo e não rejeite dados relevantes só porque você não os conhece
.
Artigo: Monnerat, G, et al 2019 International journal of sports physiology and performance
.
#genetica #performance #desemenho
  • Instagram Image
  • O uso da CREATINA ainda gera muitas dúvidas, principalmente associadas a potenciais efeitos colaterais. Um receio comum se refere à retenção líquida.⠀⠀
⠀⠀
Devo explicar que, de fato, a creatina pode causar um leve inchaço, mas a intensidade deste efeito pode variar de pessoa a pessoa. Para compreender o porquê, inicialmente é preciso identificar de que forma o suplemento age no corpo.⠀
⠀
A molécula de creatina está armazenada naturalmente dentro das células musculares e possui papel fundamental na disposição e armazenamento de energia (essenciais em exercícios de FORÇA e POTÊNCIA). ⠀
⠀
Treinos muito intensos, então, criam uma maior DEMANDA de creatina. A suplementação entra em cena para suprir tal demanda. O aumento de creatina nas células, por sua vez, provoca a entrada de água nas células musculares. Daí o efeito de retenção hídrica - sinal de que a suplementação é efetiva.⠀
⠀
Portanto, a creatina é um suplemento benéfico especialmente para quem visa o ganho de massa muscular e uma recuperação eficiente. Uma leve retenção é absolutamente comum, mas não se trata de um efeito que compromete a performance. Pelo contrário!⠀
⠀
De qualquer forma, recomendo sempre o ACOMPANHAMENTO de um PROFISSIONAL para conduzir sua suplementação conforme suas necessidades e objetivos de performance!⠀
⠀
#MEDICINAESPORTIVA
#ESPORTEEVIDA
#TREINOCONSCIENTE
#NUTRICAOESPORTIVA
#SAUDE
#FISIOLOGIADOEXERCICIO
  • Dados publicados pela Agência Brasil em 2018 evidenciam que a obesidade atinge 18,9% da população brasileira, enquanto o sobrepeso já atinge mais da METADE dos cidadãos (54%). Frente a esse contexto, me sinto no dever de compartilhar informações relevantes sobre as novas descobertas científicas acerca da relação entre OBESIDADE e DEPRESSÃO.
Um estudo* feito por pesquisadores da University of South Australia e da University of Exeter identificou que o impacto psicológico do excesso de peso pode, de fato, ter uma relação com o desenvolvimento de quadros de depressão.
Para chegarem a essa conclusão, os cientistas analisaram dados de mais de 48.000 pessoas com depressão, comparando-os com um grupo de controle de mais de 290.000 pessoas nascidas entre 1938 e 1971, que forneceram informações médicas e genéticas.Resultado? Os participantes com maior Índice de Massa Corporal (IMC) apresentaram genes fortemente associados à depressão, o que sugere uma relação aparentemente direta entre ambos os quadros.
Obesidade não é só uma doença física. Se você estiver enfrentando um quadro de depressão, não hesite em buscar auxílio de uma equipe multidisciplinar!
Para conferir mais informações sobre saúde e esporte, ACESSE meu CANAL no YOUTUBE 🎬 LINK na BIO. *{Fonte: Using genetics to understand the causal influence of higher BMI on depression. International Journal of Epidemiology, 2018}#MEDICINAESPORTIVA
#ESPORTEEVIDA
#TREINOCONSCIENTE
#NUTRICAOESPORTIVA
#SAUDE
#FISIOLOGIADOEXERCICIO
  • Em minha vida agitação não é uma palavra assustadora. É apenas o que eu faço.Quando olhamos para a definição de agitação no dicionário, o significado é "trabalhar  rápido ou de forma enérgica". Isso não te lembra de Colossenses 3:23? "O que vocês fizerem façam de todo o coração, como se estivessem servindo o Senhor e não as pessoas." Quando me sinto culpado por trabalhar duro, longe do meu filho e tento seguir os modelos de descanso e cuidado da alma que parecem populares hoje em dia, me acho um tanto quanto preguiçoso. Quando vou para o outro extremo e trabalho sem parar, seguindo a definição terrena de agitação, me acho sofrendo e exausto.De qualquer forma, acabo me sentindo infeliz.Servimos um Deus que em seis dias, do nada, criou toda a terra e tudo o que nela há. Ele nos deu um modelo de como trabalhar – trabalho duro, enérgico e criativo seguido por descanso. Enquanto eu orava sobre como este modelo se encaixa no conceito moderno de agitação, Deus revelou algumas coisas:Agitação não é ruim quando trabalhamos duro no que glorifica a Deus e serve o Seu Reino.
As Escrituras mostram exemplos de benção e trabalho duro.
Não podemos viver 100% de nossas vidas baseados nos seis dias da criação e ignorar o sétimo dia.
Agitar-se não tem que significar antecipar-se, passar na frente de nossos colegas de trabalho, ou apontar um holofote em nós mesmos. A agitação santa é sobre trabalhar duro como Colossenses 3:23 ordena, vivendo inteiramente onde Deus nos colocou e descobrindo equilíbrio restaurador de trabalho e descanso. Obrigado a todos os presentes, vocês são meu equilíbrio restaurador nesses momentos de agitação e me fazem ter a certeza do meu propósito e que no fim tudo valerá a pena ! Foi lindo ontem ! Parabéns pelo evento @nutricaoesportivabrasil e obrigado pelo convite ! Quem esteve presente e gostou da palestra deixe seu comentário!! #meetingnutricaoesportiva #ne2019  #meetingnutricaoesportiva
  • Você sabia que alguns compostos naturais podem ser extremamente úteis para a proteção articular e cardiovascular. O RESVERATROL é um deles... ⠀
⠀
Trata-se de um composto natural encontrado em uma variedade de plantas. Devido aos seus efeitos sobre os metabolismo dos lípidos e do ácido araquidónico, e a sua atividade antioxidante, resveratrol é considerado como o principal componente cardioprotetor do vinho tinto, por exemplo.⠀
⠀
Na década passada, a investigação sobre os efeitos do resveratrol sobre a saúde humana desenvolveu-se consideravelmente em diversas patologias, como as doenças neurodegenerativas e cardiovasculares e distúrbios metabólicos.
Nos distúrbios reumáticos, evidências in vitro sugerem propriedades anti-inflamatórias, anti-catabólicas, anti-apoptóticas e anti-oxidativas do resveratrol em vários tipos de células articulares, incluindo condrócitos e sinoviócitos, juntamente com propriedades de imunomodulação em Linfócitos.⠀
⠀
Nos modelos pré-clínicos de osteoartrite e artrite reumatóide, o resveratrol mostrou efeitos protetores, mediados principalmente pela diminuição da produção de fatores pró-inflamatórios e pró-degradativos e pela modulação das respostas celulares e humorais.⠀
⠀
Nesse artigo foi examinado a evidência do efeito terapêutico do resveratrol no tratamento de sintomas relacionados com desordens reumáticas.