A maioria das lesões de corrida ocorre por erros de técnica

Você já imaginou que boa parte das lesões de corrida ocorre por erros de técnica? Não estou falando dos atletas profissionais, mas sim de quem tem na corrida o seu exercício físico de rotina.

A maioria das lesões de corrida ocorre por erros de técnica e são erros bastante simples. É o que aponta estudo publicado pelo American Journal of Sports Medicine, de autoria da Running Performance Clinic da University of Salford, na Grã-Bretanha.

Vamos ver quais posturas prejudicam o desempenho dos corredores?

Como foi feito o estudo?

Câmeras infravemelhas 3D analisaram os movimentos e técnicas de 72 corredores que sofriam com lesões como:

  • Joelho de corredor;
  • Canelite;
  • Síndrome da banda iliotibial;
  • Tendinopatia do tendão de Aquiles.

O estilo desses corredores foi comparado com as técnicas de outros 36 corredores que nunca passaram por uma lesão devido a excessos.

Leia também: O que é hipoproteinemia?

Os resultados

Entre os corredores lesionados, foram identificados movimentos classificados como “padrões biomecânicos comuns” que não eram hábitos dos corredores que nunca passaram por lesões.

Assim, foi concluído que a maioria das lesões de corrida ocorre por erros de técnica. Os movimentos que mais resultam em lesões são:

  • Uma perna esticada e um ângulo elevado do pé em um contato inicial;
  • Maior inclinação para frente;
  • Queda lateral da pelve, conhecido como drop pélvico.

Este último configura o principal motivo de afastar os corredores das pistas. O drop pélvico ocorre quando o corredor concentra todo o peso do corpo em uma única perna, gerando dores que incomodam muito o atleta.

Não precisa de um grande esforço para que essas lesões apareçam. De acordo com o estudo, o aumento de 1 grau na queda lateral da pelve aumenta em 80% as chances de uma lesão.

Os autores da pesquisa acreditam que os movimentos errados estão impactando o corpo em sua totalidade. No entanto, são as partes mais sensíveis que sofrem lesões antes das outras.

Prevenindo as lesões

Para a maior parte dos corredores, a necessidade de afastamento da rotina de corridas é uma grande frustração. Os estudos em sequência auxiliam no sentido de identificar as principais fontes de lesões e preveni-las.

É por isso que eu recomendo a qualquer pessoa o acompanhamento profissional ao realizar qualquer tipo de exercício. O educador físico tem o conhecimento necessário para orientar e corrigir movimentos, seja nas corridas ou no treino de força. Basta um movimento em falso, repetido frequentemente, para afastar você da sua rotina de exercícios.

Espero que este artigo ajude você a entender por que a maioria das lesões de corrida ocorre por erros de técnica.

Até a próxima!

Dr. Márcio Tannure

Dr. Márcio Tannure

Referência na Medicina do Esporte, Márcio Tannure é membro da Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia e Membro da Sociedade de Artroscopia e Traumatologia do Esporte. Faz parte da equipe médica do Flamengo há mais de 15 anos e Médico Oficial da UFC desde 2011.