Causas da distensão muscular: conheça para evitar

Você conhece as causas da distensão muscular? Considero um assunto fundamental para tratar aqui no blog os problemas de estiramento ou distensão muscular. Já falei sobre prevenção e tratamento da distensão muscular.

Apesar de muito comuns, as distensões musculares são algumas das mais difíceis de tratar. Portanto, nada mais justo do que abordar algumas das causas da distensão muscular pouco conhecidas pelo público, mesmo entre atletas.

Desequilíbrio muscular

Em alguns casos, as causas da distensão muscular passam pela má distribuição dos exercícios para o corpo. A pessoa pode até ser forte e contar com músculos bem definidos. Em alguns casos, o atleta tem muito mais força no quadríceps do que na parte anterior da coxa, só para citar um exemplo.

Não estamos falando de força ou hipertrofia. Inclusive, quando o atleta é mais forte porém conta com o desequilíbrio entre os grupos musculares, fica mais propenso a sofrer uma distensão muscular do que uma pessoa com menos força ou massa muscular.

Causas da distensão muscular podem ser biomecânicas

O atleta deve sempre estar atento aos seus movimentos, bem como o orientador físico responsável pela prescrição dos treinos. É comum ver lesões desencadeadas porque a pessoa sente dores em um lado e sobrecarrega o outro. Por exemplo, ao passar por uma cirurgia na perna esquerda, concentra a força na direita.

O desconforto em forçar um lado, seja nos membros superiores ou inferiores, é tão grande que o lado oposto recebe uma carga maior do que poderia. Assim, o atleta corre o risco de uma distensão muscular

Falta de descanso

Atletas com treinos intensos precisam de pausa entre as sessões. Quando o treino é pesado, os músculos precisam se recompor do processo inflamatório. Infelizmente, na ânsia por resultados rápidos, muitos atletas emendam dias de treino e esta configura como uma das principais causas da distensão muscular.

Quando as fibras musculares não se recuperam dos treinos, as chances de um rompimento aumentam muito, levando a lesões nessas regiões. Aí, o efeito é até o contrário, pois ele vai precisar parar com os treinos por mais tempo do que se levasse o descanso a sério.

Desequilíbrios hormonais

Quando o atleta sente fraqueza muscular, mesmo quando ele conta com bastante força, pode ser que os seus hormônios estejam desequilibrados. Isso porque podem estar impedindo a renovação celular das fibras musculares. Esse desequilíbrio deve ser investigado.

Falta de saúde bucal

Ficou surpreso com essa informação? Não deveria, pois a saúde começa pela boca e isso também vale para quem treina. Quando a pessoa conta com lesão muscular por repetição, deve consultar um dentista do esporte. Isso porque as bactérias causadoras da cárie também prejudicam os músculos. Além disso, pode prejudicar também a ingestão de alimentos saudáveis.

Espero ter tirado as suas dúvidas sobre algumas das principais causas da distensão muscular. Para saber mais, assista ao vídeo abaixo e inscreva-se em meu canal do Youtube para acompanhar meus conteúdos.

Em casos de lesões, é preciso contar com equipamentos e itens de alta qualidade. Por isso, recomendo para você ou aos seus pacientes os utensílios da Casa do Médico. Confira os produtos essenciais para a prevenção e recuperação de lesões musculares clicando aqui: Casa do Médico.

Até a próxima!

Dr. Márcio Tannure

Dr. Márcio Tannure

Referência na Medicina do Esporte, Márcio Tannure é membro da Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia e Membro da Sociedade de Artroscopia e Traumatologia do Esporte. Faz parte da equipe médica do Flamengo há mais de 15 anos e Médico Oficial da UFC desde 2011.