Preparação física para esportes: qual a importância?

A preparação física para esportes é fundamental antes de optar por alguma prática. Seja no futebol, luta, skate, pedal ou em qualquer outra modalidade, seu corpo precisa estar apto às atividades.

Esse preparo garante que você conte com todas as condições necessárias para praticar seu esporte preferido sem sofrer lesões ou mesmo abandonar uma partida ou percurso pela metade devido à falta de fôlego.

A boa notícia é que você pode se preparar desde já. Vou te ajudar a entender melhor o que é o condicionamento físico e indicar alguns exercícios importantes para cada esporte mesmo antes de você começar a praticar.

Preparação física para esportes e condicionamento do corpo

Você já ouviu falar em condicionamento físico? Trata-se da capacidade do corpo humano reagir de forma satisfatória aos desafios trazidos pelos esportes e exercícios físicos em geral, com o mínimo de desconforto.

O condicionamento físico é relacionado aos seguintes fatores:

  • capacidade aeróbica – referente ao potencial do corpo em transformar oxigênio em energia;
  • capacidade muscular – potencialidade dos músculos em suportar peso e se adaptar à sobrecarga;
  • flexibilidade – disponibilidade dos músculos e articulações em movimentar e flexionar o corpo em boa amplitude;
  • composição corporal – conjunto de componentes que formam a massa corporal, como a equação entre gordura e massa muscular.

O exame para testar o condicionamento corporal leva em consideração variáveis como idade, gênero, predisposições genéticas, entre outros fatores. Por isso, trata-se de um dado estritamente pessoal e deve ser guiado por um profissional da área.

Quem deseja ter um bom preparo físico por toda a vida deve levar a sério a prática regular de exercícios. E, para quem deseja praticar algum esporte, o ideal é apostar em atividades gerais e localizadas a fim de malhar as regiões que determinados esportes exigem mais, de acordo com suas especificidades.

Qual a melhor atividade para meu tipo de esporte?

As atividades esportivas trazem características próprias de suas práticas. Por isso, a preparação física para esportes pode variar de acordo com a modalidade escolhida.

Para quem joga futebol, treinar os membros inferiores regularmente é fundamental. Séries com corrida, agachamento e movimentos focados em hipertrofia são os mais indicados. Você pode conferir mais sobre preparação física para jogadores de futebol aqui neste artigo.

Enquanto isso, quem pratica lutas diversas (boxe, muay-thai. karatê, etc) precisa treinar todo o corpo, desde membros superiores e inferiores até a região peitoral. Atividades como pular corda, cruz no chão, shadow boxing, subir escadas e treinos que focam na força das pernas são alguns dos mais comuns.

Quem deseja mais resistência na hora de praticar esportes que envolvem bicicleta pode apostar em exercícios como pular corda, agachamentos, barra fixa e pranchas. O mesmo vale para quem anda de skate.

A rotina com essas atividades deve ser levada em paralelo à prática esportiva a fim de garantir a preparação física para esportes. Assim, você sabe que não vai ficar sem fôlego ou mesmo machucar um músculo enquanto faz seu esporte favorito.

Provavelmente, você vai começar com atividades e séries mais leves que são intensificadas conforme sua resistência e força física aumentam.

Lembre-se que antes de iniciar qualquer esporte ou atividade física é fundamental realizar exames médicos para saber como está a sua saúde. Todo exercício, seja treino físico ou esportivo, deve ser orientado por um profissional de educação física.

Além de saber quais exercícios praticar de acordo com cada esporte, é interessante que você se interesse pela suplementação nutricional. Veja esse vídeo que fiz com o Dr. Sorrentino e tire suas principais dúvidas sobre o tema.

Márcio Tannure

Dr. Márcio Tannure

Referência na Medicina do Esporte, Márcio Tannure é membro da Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia e Membro da Sociedade de Artroscopia e Traumatologia do Esporte. Faz parte da equipe médica do Flamengo há mais de 15 anos e Médico Oficial da UFC desde 2011.